Categorias
Últimas notícias

CVM suspende oferta de fundo Rio Bravo ESG FIC-FI-Infra

Autarquia alega “ausência de linguagem serena e moderada” no material de divulgação do fundo

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) suspendeu nesta terça-feira (9/11) a primeira emissão de oferta pública do Rio Bravo ESG Fundo de Investimento (FIC-FI-Infra). O fundo da Rio Bravo – que tem entre seus sócios fundadores o ex-presidente do BC Gustavo Franco – conta com a BRL Trust Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários como administradora e a Warren Corretora como instituição intermediária líder.

Segundo a Superintendência de Registro de Valores Mobiliários da CVM, foram identificadas irregularidades em materiais publicitários, como “informação não contida no prospecto preliminar e/ou com potencial de induzir o investidor ao erro” e “ausência de linguagem serena e moderada”.

Acompanhe as notícias sobre ESG em nosso site e inscreva-se na newsletter do ESG Insights para receber um resumo semanal gratuito em seu e-mail.

A oferta se encontrava em análise na autarquia e com período de reservas aberto. A CVM determinou a imediata suspensão da oferta pela Rio Bravo por um prazo de até 30 dias. Caso as irregularidades não sejam corrigidas nesse período, a instituição poderá cancelar a oferta em definitivo.

A CVM também determinou que a Rio Bravo publique “imediatamente” um comunicado ao mercado, informando a decisão da suspensão. Até o momento da publicação inicial deste texto, a Rio Bravo ainda não tinha se pronunciado.

Atualização: a Rio Bravo publicou em seu web site uma errata do material publicitário.

Em Aviso ao Mercado de 1º de outubro (imagem no alto da página), a Rio Bravo informava que distribuição pública primária de cotas de emissão do Rio Bravo ESG Fundo de Investimento alcançaria um montante total de até R$ 150 milhões.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Insights no seu e-mail

Um resumo das novidades em ESG, além de entrevistas e artigos exclusivos. Semanalmente no seu e-mail, de graça.